.

Hidrocefalias

É o acumulo de líquor (líquido que circula pelo sistema nervoso)  no interior das cavidadesexistentes no cérebro, os ventrículos, levando ao aumento da pressão dentro do crânio. Suas causas são diversas.   A hidrocefalia  pode ocorrer ainda no útero da mãe  ou desenvolver-se a qualquer momento da vida, mesmo no adulto.

Os sintomas são diversos.  No bebê pode haver aumento da cabecinha, irritabilidade e abaulamento  da fontanela (moleira). Na criança maior pode haver sonolência, piora do raciocínio ou do caminhar. A hidrocefalia pode ser uma urgência médica.

O tratamento mais usado é a DVP, drenagem do líquor para o interior do abdome, usando uma prótese (válvula). Apesar de extremamente eficiente, este método às vezes pode falhar ou complicar.

O Dr. José Aloysio usa técnica preconizada pelo Prof. Choux , trazida da França, conseguindo uma importante diminuição destas falhas ou complicações (Artigo: Derivação ventrículo peritoneal: a técnica tem influência na incidência de infecções? Estudo retrospectivo de 353 casos consecutivos).

A Neuroendoscopia hoje substitui a válvula na maioria dos casos, com muita eficiência, sem a necessidade de prótese e com chance de complicação menor. O Dr. José Aloysio foi um dos pioneiros do Brasil nesta técnica e conta com extensa experiência com o método ( III Ventriculostomia), com mais de 300 casos realizados em todas asidades. Hoje a  III Ventriculostomia é o procedimento de escolha para o tratamento da maior parte das hidrocefalias. Evita, na maioria das vezes, o uso da válvula.


Confira vídeo explicativo